sexta-feira, 6 de março de 2009

REFLEXÃO - Thomas Edison

Hoje é sexta-feira, a semana pode ter sido um pouco ou muito tumultuada (no meu caso fico com a segunda opção) e, por vezes, o cansaço aliado à dura rotina nos leva a ter pensamentos de desânimo, contudo, encontrei neste texto uma boa reflexão e para os que procuram na leitura o poder terapêutico, dentre tantos objetivos que ela pode alcançar, acredito estar contido nestas breves linhas. E tal como a fênix, possamos renascer das próprias cinzas cada vez que as chamas nos consumirem.
UM BOM FIM DE SEMANA PARA VOCÊ!

Thomas Edison (1847 - 1931)
Um exemplo de otimismo foi demonstrado por Thomas Edison, o gênio inventor e um inveterado otimista, pela forma como reagiu a um aparente grande infortúnio. Numa noite de 1914, seu laboratório, que valia mais de US$ 2 milhões na época e não estava no seguro, começou a se incendiar, com todos os preciosos registros de Edison em seu interior. No auge do incêndio, enquanto os bombeiros tentavam apagar o fogo, Charles, filho de Edison, freneticamente procurava o pai, que tinha o hábito de trabalhar até tarde da noite. Aliviado, ele encontrou Edison fora do laboratório, fitando serenamente a cena. O semblante de seu pai refletia o brilho das chamas e seus cabelos grisalhos esvoaçavam ao sabor da leve brisa. Charles sentiu um aperto no coração vendo o pai, com 67 anos, testemunhar o trabalho de toda uma vida ser consumido pelas cinzas. Após horas de silêncio, Edison disse a seu filho: “Existe um grande valor num desastre como este. Todos os nossos erros são queimados. Graças a Deus e podemos começar tudo de novo”. E Edison, de fato, começou de novo. Até o incêndio ele tinha passado três anos tentando inventar o toca discos. Três semanas após o desastre ele conseguiu.

Fonte de imagem: Google

9 comentários:

Maria Regina de Jesus Nascimento disse...

Realmente Jô, Thomas Edison é que está certo em analisar as coisas que nos acontecem por um angulo diferente, sem que seja o da "desgraça", o da "perca total". Acredito que todas as coisas que acontecem em nossa vida podem ser analisadas de uma maneira a tirarmos algum ensinamento mas para isso precisamos, assim como Thomas Edison fez, parar... pensar... refletir.

disse...

Rê, que prazer receber sua visita ao meu blog! Fiquei muito contente ao ler seu comentário. Apareça sempre que quiser e puder. Realmente, concordo contigo, a gente precisa aprender tudo que de bom pudermos nesta vida. Bjins pra você e sua família linda! :)

tita coelho disse...

Esse texto é bárbaro, muito bom mesmo!
Não sou das mais otimistas, mas vejo o lado bom das coisas sempre!
Beijos bom final de semana

disse...

Tita, muito bom recebê-la novamente. O fato de ver o lado bom das coisas sempre é algo excelente. Muito melhor que vivermos feito a hiena do velho desenho: "Oh dia, Oh céu, Oh Azar...isso não vai dar certo ! " rsrs... (minha falecida mãe adorava esse personagem, dizia se identificar com ele e, talvez por isso, eu queira mais ser como o Lippy).
Que bom que gostou do texto. Obrigada! Bjins e até. :)

Cristiane Marino disse...

Oi Jô!

Excelente texto em especial para postá-lo na sexta feira! achei original e feliz a idéia de levantar o astral dos blogueiros no fim da semana. Ver o lado bom das coisas é o lema do Dri vive me dizendo isso, rs e sabe que tô até aprendendo!
bjusss

€ster disse...

Oi querida!

Sábias palavras deixadas em meu blog!!

Concordo com vc, cada um faz uma leitura, mas nos encontramos no desejo que todos sejam felizes e se realizem como seres humanos,

que não nos falte a dignidade e a força para lutarmos até o fim!

ótimo domingo e nos encontramos amamanhã na blogagem coletiva,

bjs,

disse...

Cris, a ideia de postar "reflexões" nas sextas-feiras me veio num lampejo, não foi nada pré-definido e sabe que também gostei! O Adriano tem razão quando procura o lado bom das coisas, isso o torna alguém que é sempre bem-vindo, nada de baixo-astral, é isso aí! Bjins e até!

disse...

Oi Esther! Aquele rosto, aquela expressão cheia de vida e, ao mesmo tempo, de uma vida extraída do corpo e dos olhos daquela mulher me comoveram. São tantas como ela a ilustrarem o dia, ou melhor, cada dia em que são mais mulheres, menos meninas, menos moçoilas... expressão assim não passa nem perto das nossas preocupações fúteis e inúteis. Parabéns pela imagem e a mensagem no fundo dela, e, apesar de ter sido há uma semana, não deixamos de ser mulher nos outros 364 dias, não é? Sempre bom lembrar. Bjins e até!

Priscila Kuller Clemente disse...

Este sim vale a pena a ser seguido. Uma pessoa com sabedoria, sabe ver até nas coisas mais difíceis um caminho para o sucesso. Meu ídolo.