sábado, 10 de outubro de 2009

Restart

A pausa acabou e eu estava com saudades da blogosfera, já li algumas coisas a respeito e, de fato, quando nos envolvemos com o hábito de blogar encontramos pessoas e cultivamos um vínculo que torna essa necessidade contínua. Obviamente que cada uma dessas pessoas tem metas específicas para esse hábito, todavia, convergimos todos para um ponto em comum: interação.

Este post veio pela necessidade do meu retorno, mas também porque a ideia surgiu exatamente num desses momentos de interação em resposta ao comentário da Luma, pensei bem e descobri que blogar e pôr a casa em ordem são coisas parecidas. Duvida?

Pude organizar o que precisava, jogar fora o que já não servia mais para ninguém e doar coisas que não serviam mais a mim, entretanto, servirão para outros. E, fazendo uma ponte entre estes elementos: organizar, descartar e doar, é fato que eu me vejo, vira e mexe, fazendo o mesmo no blog (não necessariamente nesta mesma ordem! :D)

A rotina é uma coisa boa porque nos mantém seguros nos trilhos da vida, porém, viver totalmente presos a ela nos impede de elaborar novos pensamentos, tornando as atividades praticamente automatizadas e aí é que a mesmice toma conta do resto. É por isso que uma pausa, eventualmente, é necessária e benéfica para qualquer pessoa.

E, também por sugestão da Cris, dentre os últimos comentários, recordarei os melhores momentos dessa pausa, no melhor e no mais tradicional “minhas férias”…rs.

Não viajei, até gostaria, quem sabe no próximo ano ou em outra ocasião, a vida é cheia de surpresas e isso alivia a tristeza de não ter feito o que quase todos fazem nas férias. Por outro lado, fiz muito mais do que me propus e estou satisfeita, a casa está cheia de pequenas e notáveis mudanças, faz com que eu me sinta renovada, parece loucura (e pode até ser! :S), mas, mudar móveis de lugar, reorganizar prateleiras e gavetas e, sabe aquele espaço que não sabíamos como chamar? (quartinho de brinquedos, quartinho da bagunça, escritório, de tudo um pouco e até provisório/improvisado para visitas, pobres coitadas delas…kkkk! Então, recebeu um nome que, ao meu ver, ficou melhor que o indefinido “quartinho d(e)(a)… ??!” – sala de entretenimento, inclusive, cá estou, entretendo-me com o blog!

Curti a família, descansei, aliás, não quis nem ver noticiários (a gripe H1N1 se foi? A dengue começou? Só na terça-feira é que retorno ao trabalho e aí sim vou me preocupar…) e assisti a filmes bacanas, gosto dos que me causam emoção de algum modo: De porta em porta, O curioso caso de Benjamin Button e Passageiros. Há vários outros que ainda estão na espera e estou ansiosa para vê-los! Serão uma forma de prolongar o gostinho das férias no retorno ao trabalho.

E uma novidade interessante por aqui foi a reativação do nosso pequeno aquário, meu filho sempre nos pede um animalzinho de estimação, eu não sou adepta de nenhum deles, tenho medo e falta de paciência em mantê-los, sei que peixinhos não fazem exatamente a mesma relação, porém, a asma dele não combina com o pelo dos demais e minha rinite alérgica, certamente, também não combinaria, enfim, o fato é que nos afeiçoamos aos pequeninos e ficamos feito bobos os observando nadar de cá pra lá, de lá pra cá… meu filho tratou de batizá-los no mesmo dia, fiquei feliz em vê-lo encontrando o melhor nome para cada um dos seis que lhe demos. Agora é aprofundar conhecimentos em aquariofilia, afinal, precisarão de cuidados como todo ser vivo merece e, falando em cuidados, incomoda-me profundamente quando vejo cães abandonados pelas ruas, além do perigo em se deparar com um animal maltratado, mostra quão descartável ele se torna para muitos de seus donos e essa é uma pergunta que me faço quando meu filho pede um cão, gato ou coelho: qual a real necessidade e função de um bichinho na nossa vida se muitos são tratados feito “coisas”? O ser humano é estranho…

As únicas coisas que me entediaram nesse período foi não estar totalmente livre, pois, meu filho e marido tiveram aulas! Cá estava eu, ao mesmo tempo descansando e me preocupando com horários…aff! Bom, nem tudo é perfeito! Mesmo assim, minhas férias foram ótimas.

E de volta à ativa, pretendo continuar interagindo com o mundo, seja o real, seja o virtual, ambos fazem a vida prosseguir… então, prosseguirei…

caminhos-da-fazenda_1304_1024x768…se possível, encontrando e fazendo novas coisas pelo caminho aparentemente igual.

Fonte da imagem: Site Fotos e Imagens.etc.br

3 comentários:

Elaine dos Santos disse...

Oieeeee...bom retorno!
Nada de puxação de saco, mas a gente sente falta dos amigos que cultivamos por aqui, andei remexendo no teu blog, relendo algumas coisas, porque esperava "te encontrar" :) :)
Quanto às mudanças, costumo recordar aquela música cantada pela Vanusa: "Hoje, eu vou mudar, fazer limpeza no armário...", confesso que, de vez em quando, preciso me "enfurnar" no armário, retirar "traças e teias e...angústias da minha mente"...faz bem parar, reorganizar, mas bom mesmo, de verdade, é retornar. Que bom que vc decidiu continuar compartilhando as suas ideias conosco. abçs :)

digitaqueeuteleio disse...

Jô, esta sensação de "limpeza" é muito boa, tanto em casa quanto no blog. Dá muito mais trabalho organizar casa, gavetas, armários que o blog, mas se a gente não dispõe de um tempo para isso, vai ficando, né?

Com certeza, nos habituamos a esta prática de postar nossas palavras e se isso para de repente, parece que surge um novo "espaço vazio"...rss

Ontem mesmo conversava com uns amigos sobre estes animais: as pessoas acham que só cães e gatos que interagem com o homem. Puro engano. Com o tempo verá que os peixes também nos dão atenção, assim como as aves.

Mas também é bom pararmos tudo para curtir os filmes. Não sei se já viu, mas fica como sugestão um que gostei bastante: Ensinando a Viver. Vale a pena assisti-lo.

Bom retorno e até BREVE! :)
Marcelo.

disse...

Oi Elaine!
Bom demais contar com os amigos virtuais que trazem palavras e sentimentos reais! (sem puxação!rs) Pesquisei a letra da música e é muito bacana, tem tudo a ver com o que, certamente, acontece conosco nessas arrumações, creio que a intenção é essa, não só a questão estética de manter tudo nos conformes, mas, especialmente, sentirmos que "as nossas coisas estão no lugar que deveriam estar",não é? Quero continuar sim e contar sempre contigo. Bjins e até mais!

Olá Marcelo!
Nem me fale... a organização e a limpeza foram herança da mami, lembrei das manias dela agora (lógico que aprimorei algumas, ela mesma ficava doida comigo, às vezes!:D) e tanto casa quanto blog são espaços que precisam ser preenchidos por "nós", senão se tornam confusos, vazios, sem interação nenhuma, né?
Quanto à interação com animaizinhos de estimação, é fato que eles também preenchem a vida de alguma maneira e estou descobrindo mais disso recentemente.
Esse filme que indicou está comigo e quero vê-lo loguinho! Obrigada por compartilhar sua apreciação e por visitar-me neste retorno. Fico muito feliz! Bjins e até!