sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Ué! Cadê você? Vou citá-lo de qualquer jeito...

Sabe de uma coisa? Acho melhor sair da frente desse micro e deitar na minha caminha confortável…

Deixa eu espreguiçar os braços, meu ombro direito está me matando, as dores nas costas nem digo…eu já devia ter me deitado há mais de duas horas e ainda estou aqui procurando algo que nem sei direito o que é. Tem razão alguém que disse para navegar na Internet, mas, não se afogar nela… devo estar me afogando desse jeito, melhor dormir agora mesmo porque meus olhos pesaram, meu raciocínio ficou mais lento e já nem sei o que os dedos estão digitando, estão meio automatizados…teclado e mouse, mouse e teclado… o cérebro organiza algumas ideias vagas e lá se vão os dedos executando, porventura, se os olhos não gostarem do que leram, lá se vão os dedos novamente deletando, digitando, incansáveis operários… só eu é que não aguento mais, preciso do descanso…

Aahhh! Nossa, que bocejo! Quase engulo o monitor desse jeito…kkkk! Ainda tenho algum reflexo para rir…ahhhhhh! Isso tá piorando…num disse? Já tô escrevendo do jeito que falo, cortando sílabas…ai, ai...

precifgg6y6y7h894ufdaufy7tyEJEU89UAHAU7jdfkjauç139u89e8edfdjjajjfoiearuaenchuyeurqekjhds

Que isso? Caramba! Devo ter “pescado”…

Jô, vai dormir, vai! Olha o estrago, caindo com a cara no teclado! Que horror! É quase doentio ficar pregada assim sem arredar o pé (e o resto do corpo!) dessa cadeira.

Calma! Já saio… só queria terminar o raciocínio sobre o tema do Vou de Coletivo, sempre perco algumas boas coisas pelo caminho e depois fico tentando reavivar a memória e nada! Isso me irrita! As ideias bem podiam pular do cérebro para a tela sem ter que organizá-las uma a uma, não acha? Saírem prontinhas, que tal?

Uau! Seria uma revolução, mas, que graça teria depois disso? Não é o pensar e o criar que impulsionam nossa inteligência? Seria tudo muito simples e nós sabemos quão complexa é a raça humana. Se se vive entediado tendo tanto para pensar e ordenar, sem ter o que pensar então…discordo dessa ideia! Melhor deixar do jeito que está.

Espera aí! Que estranho… pensei que estivesse dormindo, mas, vejo que estou bem alerta e quem é que está conversando comigo? Eu sei que tem alguém falando, não enlouqueci, pelo menos até onde sei… Pensei que coisas assim só acontecessem em filme ou novela! Vejo que já terminei meu texto, nem lembro de que jeito fiz isso… será que prestou? Nem reli…

É eu sei! Se você contar vão rir da tua cara! Melhor ficar quietinha e guardar em segredo… Eu posso rir porque muita gente leva esse susto quando converso com elas, algumas enlouqueceram depois disso…kkkk! Espero que não seja o seu caso… Ah! Eu dei uma ajudinha no texto também.

Que engraçadinho, hein! Tem um senso de humor até em horas assim? Estou aqui procurando lógica no que está acontecendo e você só faz piorar?

Principalmente nessas horas, oras! Vocês é que vivem estressadinhos por aí, por aqui eu me divirto muito, percorro muitos caminhos e ideias, vejo gente de todas as raças e culturas e, sempre que elas concordam em aprender algo novo, entro em cena e apareço! Nem sempre do jeito que apareci aqui hoje, isso, na verdade, é raríssimo, dê-se por privilegiada, hein! Hehe!

Hehe pra você também!

Ui, que mau humor! Eu tentando ajudar e você nem agradece? Quanta ingratidão! Pois fique sabendo que este texto só saiu graças a minha imensa colaboração, viu? Acho melhor eu me mandar, já vi que não sou bem-vindo.

Desculpe! Sabe, tem razão… essa ingratidão não é do meu feitio, só entenda que ainda estou confusa, tudo que é desconhecido causa uma certa estranheza, não causa?

Tá, tá… vou relevar só desta vez, aliás, todos têm esse momento quando se encontram comigo, já estava em tempo de ter me acostumado… olha só, faz horas que eu estou zanzando pra lá e pra cá, agora é minha vez de dizer que preciso descansar. Gostei de você… é bacana! Que tal um novo encontro? Temos coisas em comum, sei que estou para visitar outras pessoas, inclusive, tenho uma lista interminável pendente, mas, posso dar uma escapadinha e aparecer de repente, que acha?

De acordo. E a propósito, obrigada por ter me ajudado a escrever, achei que não fosse terminar com tanto sono, aliás, qual nome devo citar na fonte do texto?

Amor, acorda! Vai se atrasar para o trabalho! O despertador ficou roxo de tanto tocar!

Hã?? Como assim? O que estou fazendo aqui na cama?

Eu te trouxe pra cá depois que caiu com a cara no teclado. Olha, salvei lá o seu texto do jeito que estava, depois você vê que bicho deu… na última linha tinha um amontoado de letras e números. Amor, isso nunca aconteceu antes, é para se preocupar com esse vício do blog, já falei! Não me importo que goste, mas, não exagera!

Tá bom… só preciso ver com meus próprios olhos! Tenho certeza que o texto estava terminado.

Aí, não falei? Lá vai ela de novo…

starry night - Van GoghObra “ A Noite Estrelada” de Vincent van Gogh 1889

Fonte do texto: Jô e participação especial de quem mesmo? Alguém aí pode me ajudar a descobrir?

O texto faz parte do projeto Vou de coletivo! do Murilo Hildebrand de Abreu e neste mês o tema é: Dormir aqui e amanhecer em outro lugar.

13 comentários:

Bia disse...

Muito criativo! Às vezes penso que alguém também sopra palavras mágicas em meu ouvido, ajudando a escrever... blogar é realmente um vício, quando vejo, já passou da hora de desligar o computador.

Também participo do Coletivo.

Abraços!

disse...

Olá Bia!
Obrigada e eu fiz um esforço extra (contando com essa ajudinha, claro!rs)para criar algo diferente do que eu costumo, normalmente, fazer por aqui. Escrever é um exercício constante e blogar ajuda muitíssimo, como gosto de escrever, blogar é consequência e vício também!rs, ainda bem que um vício sem sequelas catastróficas feito a ingestão de álcool ou uso do fumo, né? Pelo contrário, creio que é um vício benéfico, apesar desses exagerinhos...rs
Bjins pra ti e até!

tita coelho disse...

Ai J6o que texto criativo :) Eu adorei! Blogar realmente é legal... Eu gosto e as vezes sento na frente do pc e parece que escrevo como se fosse mágica kkkkkkk Quantas vezes já acabei um texto e pensie: "Nossa que ridiculo, Letícia" ou "Uau que texto ótimo" kkkkkkkkkkk Adoro!
Beijos menina

Bia disse...

Oi de novo, Jô!

Obrigada por retribuir minha visita, amo as possibilidades de interação da blogosfera... e, para isso, o Coletivo contribui imensamente!

Sempre gostei muito de escrever, também, estou treinando mais no meu blog... gosto de colocar alguns textos de outros autores lá(quando estes chamam minha atenção e penso que podem ser úteis a meus leitores), mas percebi que é mais interessante quando as palavras são nossas, por mais simples que sejam...

Agradeço seu entendimento em relação ao lado profissional, poucas pessoas compreendem isso... mas, como disse na postagem, sei que chegarei lá! Atualmente trabalho como analista de cobrança e, daqui a algum tempo, voltarei a estudar, assim que tiver condições. Mas quero pensar melhor no curso!

Voltarei mais vezes para visitá-la... um grande abraço, e bom feriado!

Hod disse...

Jô Alôha...que mundo cheio de amor. Criativo e cheio de câmaras. Primoroso!!

Tb participo. Estou nes bus!!
Excelente feriado!!

Alôha com mutas bençãos Jô!!

Hod.

disse...

Oi Tita! Essa autocriticidade me persegue e já notei que a você também...rs, de certo modo é bom, faz com que consigamos atingir uma maturidade, o excesso é que estraga (como tudo nesta vida, né?). Obrigada por constar sempre nos meus comentários, não canso de dizer e agradecer o carinho enorme com que me trata. Bjins e até mais!


Bia, fico feliz que minhas palavras contribuam de algum modo e tragam o novo para as pessoas, que, por sua vez, também muito me ensinam. Blogar é isso: sintonia e troca entre blogueiros,um constante aprendizado! Bjins e volte sempre que quiser e puder, aguardarei! Até mais!


Hod!
O mundo tem a cor que queremos dar a ele, já postei um texto do site Otimismo em Rede que fala sobre isso, intitulado "A cor do Mundo". Creio que a escrita reflita as cores que damos à vida, eu procuro colori-la sempre mais, às vezes, torna-se cinzenta, porém, são momentos que vêm e vão. Obrigada pela visita, o coletivo tem trazido sempre novos blogueiros e fico feliz. Bjins e até!

Hod disse...

Ola, Jô !!

Quero então oportunamente visitar o site onde postou esse seu olhar sobre o mundo!
Meu retorno é em agradecimento ao brilho que deixou em meus espaços!! Tb deixei para vc um feed sobre seu coment. Obrigado!!

Hod.

angela disse...

Uma linda conversa com sua imaginação, escrita com um ritmo ótimo e muita clareza.
Gostei da originalidade da abordagem do tema.
beijo

disse...

Oi Hod!
Estou certa de que gostará de vários textos de reflexão e outras coisas ótimas do site, eu o utilizo há muito como fonte de inspiração.
Já li o feed e agradeço o carinho. Eu gostei de participar da Tertúlia e agora do Vou de Coletivo! exatamente por causa dessa interação com blogueiros desconhecidos, aprendemos e ganhamos todos, não é?
Bjins e até!

Olá Angela!
Às vezes eu tenho alguns insights novos, fora do ritmo normal do que costumo escrever por aqui, gosto bastante de produzir textos, a criatividade é algo que nem sempre me visita...hehe! Eu a procuro constantemente também, mas, se esconde de mim...rs, o que fazer? Valho-me das ferramentas que aprendi curso afora e das experiências com bons textos lidos, é isso. Obrigada pelo carinho nas palavras, bjins e até!

Valdeir Almeida disse...

Jô,

Ainda bem que alguém salvou o texto, né? (rs).

Às vezes, na desorganização é que se encontra a beleza das coisas.

Veja só, até mesmo a parte "desorganizada" do seu texto foi bem feita. Através dela você contou uma história que, com certeza, todos nós já passamos (ou continuamos a passar).

Olha, agradeço-lhe muito pelos 4 comentários de uma só vez que você fez em quatro posts meus.

Obrigado mesmo, de coração. Eu já estou seguindo você há um bom tempo. Mas agora vou colocar seu blog em minha "Lista de Blogs" para não perder um só post seu.

Abraços.

disse...

Oi Valdeir!
Sabe, eu faço o estilo "certinha demais" ou "tudo muito bem explicadinho nos míííínimos detalhes" (hehe!) e sair dessa rotina é difícil, porém, às vezes me arrisco e não é que rende?rs.
A questão da verossimilhança é importante, tento não fugir muito dela, gostaria de fantasiar sem medo de errar, mas, posso me perder pelo texto e não achar o caminho de volta, né?kkkkk!
Eu é que agradeço seu carinho e consideração nos comentários que já fez por aqui. Tenho o costume de visitar um blog e comentar vários posts que leio, especialmente, se os posts são dignos de comentários e os seus sempre são. Bjins e até!

Cristiane Marino disse...

Quanta criatividade e bom humor nessa menina!
Blogar é realmente um vício, lembro que já cheguei a passar o dia inteiro no blog e só perceber quando escureceu, mas hoje achei um outro vício, no momento rs. Nada me impede de viciar no blog de novo mais para frente!
bjinhos

disse...

Oi Cris!
Acho que criatividade e bom humor levam a gente para caminhos mais suaves, discutir coisas importantes não é menos relevante, porém, há vários meios de se fazer isso, né? Eu tento tocar o meu leitor do modo que eu geralmente me sinto tocada por outros textos e blogueiros que leio.
Quanto ao vício, estou aprendendo a dosar, caso contrário, é briga toda hora em casa...kkkk! E o ciúme, onde fica?rs. Sei que você está numa fase menos blogueira, eu diria, ainda está se encontrando e entendo como é isso. Logo vai sentir necessidade de escrever sobre essas coisas que são novidades. Primeiro nos situamos e depois nos atiramos, não é assim? Escrever é algo que você gosta e pelo que compreendi até aqui, blogueiro que é blogueiro dá um tempo, mas, continuará blogueiro.rs
Bjins e até mais!